fbpx

Resenha do Livro: +Mais Esperto que o Diabo – Napoleon Hill

MAIS ESPERTO QUE O DIABO

Descubra os resultados que você poderá ter quando começar a pensar por si.

 

 

Um livro um tanto quanto curioso quando ouvi Thiago Nigro comentando em um dos seus podcasts e que me despertou a curiosidade devido a importância que este livro teve em sua vida promovendo uma virada de chave importante.

 

Minha impressão sobre o livro

O livro traz uma introdução sobre como Thiago Nigro conheceu o livro e como este livro foi poderoso em sua vida. Já de imediato fiquei com este questionamento, será que esse livro é tão poderoso assim? O que de verdade poderia encontrar neste livro que pudesse mudar algo em minha vida e ser relevante também.

O livro traz em si uma história de um homem que quer descobrir qual era o segredo dos homens e mulheres bem-sucedidos. O que eles tinham de diferente do resto das pessoas? Seria algum poder mágico? É baseado na busca dessa resposta que o livro acontece dentro do contexto de uma “entrevista feita com o diabo” onde ele revela este segredo ao Napoleon Hill.

Após enfrentar um período de altos e baixos, problemas financeiros e sentimentais, o livro mostra o quão desafiador é para o homem identificar problemas e resolver esses problemas  de forma que realmente seja eficaz e que não o coloque num labirinto sem fim que é onde muitos se encontram.

 

A entrevista

O conteúdo do livro está escrito em forma de entrevista com perguntas e respostas. Dependendo da sua motivação e concentração na leitura do livro, é possível você se colocar dentro da sala e acompanhar esta “entrevista” na íntegra.

Eu me coloquei dentro da sala para acompanhar essa entrevista entre Hill e o Diabo, prestando atenção em cada pergunta e resposta e avaliando os comentários que ali estão descritos. Por ser perguntas e respostas o livro não se torna cansativo porém eu recomendo uma leitura cuidadosa para não perder nenhum insight sobre o tema abordado.

Alguns temas ganham importância especial aqui para meus comentários que são temas como pensamento livre, escolas e igrejas e o conceito de o Bem e o Mau. Duas forças que regem a humanidade e que muitos não se dão conta que elas se completam e que todos que pensam por si conseguem alcançar todos os resultados possíveis de acordo com o esforço que está disposto a depositar em sua vida.

 

Escola e Igrejas colaboram para a alienação?

Segundo o autor, essas duas instituições têm o poder de alienar a mente das pessoas pois não ensinam as pessoas a pensarem por conta. As escolas não ensinam coisas que as pessoas realmente precisam usar no seu dia dia, não ensinam a superar dificuldades reais, não ensinam a pensar como superar dificuldades e fazer boas escolhas.

Sobre as igrejas, a opinião que o autor deixa no livro é que elas ensinam as pessoas a terem medo do diabo e monopolizam o acesso até Deus criando intermediários que são os líderes. O medo do inferno, do diabo ou da condenação eterna limitam as pessoas e impedem de que elas pensem a religião por si só. 

Se estas duas instituições tivessem um outro tipo de comportamento, essa seria uma arma poderosa contra o mau e a alienação, o que por outro lado seria um problema para eles que dominam pessoas impondo esses tipos de medo que só alcançam pessoas que não pensam por si só.

Particularmente falando, de fato muitas igrejas alienam os fiéis com ensinamentos que não correspondem ao verdadeiro evangelho de Cristo. Ensinamentos que vão contra o que realmente está na bíblia e que são facilmente desmascaradas quando você de fato lê as escrituras e busca por ter a compreensão por conta própria, mas isso fica para um outro texto aqui no blog.

 

Alienação

Quem são os alienados? Acho que tudo começa respondendo essas perguntas porque a alienação é a resposta salvadora para a libertação do homem.

Alienado é todo aquele que não pensa por si, que abre mão desse direito e que prefere ouvir e acreditar incondicionalmente no que uma outra pessoa exerce qualquer poder de influência sobre ele .

Fato é que um belo exemplo disso são das igrejas que utilizam da teologia ao seu favor para manipular pessoas e assim movimentar grandes quantias financeiras fazendo isso através de falsas revelações e previsões do futuro manipulando assim fiéis que ainda que tenham uma boa intenção e credo na pessoa da liderança, são alienadas não pensando por si só.

 

Ponto final.

Termino essa resenha dizendo que o “+Esperto que o Diabo” de Napoleon Hill é um livro que provoca o leitor a entender a necessidade e a importância de se aprender a pensar sozinho, ter sua opinião e não se alienar.

Pessoas alienadas são como pássaros em gaiola, olham o mundo pelas grades, mas não tem a liberdade para voar pelo mundo. São como robôs que precisam de uma programação para executar determinada tarefa. 

Com base no que absorvi nesta primeira leitura do livro, fiz um post em meu Instagram com a frase “Não seja um alienado, aprenda a pensar por conta própria”. que é o que o livro traz em seu conteúdo, se você não está preparado para um choque em sua mente, não leia este livro.

Recomendo essa leitura com uma mente aberta e livre de opiniões já formadas. 

 

Boa leitura.

 

Adquira este livro pela amazon clicando AQUI

 

 Ficha Técnica:

Livro: Mais Esperto que o diabo

Autor: Napoleão Hill

Tradução: M. Conte Jr. FRC, M.`.M

Capa: Pâmela Siqueira

Revisão: 3GB Consulting

Projeto Gráfico: Dhara Rivas

Impressão e acabamento: Geografica

Páginas:  198

 

Período da minha leitura: 11/03/2022 à 10/04/2022 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: